Divulgue aqui
Anuncie seu site aqui!

O QUE É PHP?

- PHP é uma linguagem de programação amplamente utilizada por desenvolvedores ao redor de todo o mundo para a construção de uma série de aplicações, a exemplo de websites dinâmicos, pois permite a interação com o usuário por meio de links, formulários e parâmetros de URL.
Criada em 1994 e com o código-fonte publicado no ano posterior, foi originalmente escrita por Rasmus Lerdorf sob a sigla que significa Personal Home Page. Inicialmente, o principal objetivo de Rasmus era substituir através do php o conjunto de scripts Perl que era utilizado para manter sua página web pessoal no ar.
Com a crescente evolução da tecnologia, o desenvolvedor reescreveu a linguagem como um script engine, ou seja, como um programa executado no lado do servidor (e não do usuário) capaz de interpretar os scripts php e gerar páginas HTML. Como também era capaz de interpretar formulários, essa evolução da linguagem ficou conhecida como PHP/FI.

EVOLUÇÃO DO PHP

Pouco tempo depois, Zeev Suraski desenvolveu o PHP 3, que pela primeira vez possui o recurso de orientação a objetos, isto é, capaz de analisar, projetar e programar sistemas de aplicações baseados na interação de diversas partes deste programas, que se convencionou chamar de objetos.
No entanto, ainda assim a usabilidade do PHP 3 era restrita, o que foi solucionada com o PHP 4, que previa um maior numero de recursos em relação a orientação a objetos. Atualmente, utiliza-se o PHP 5, que tem como principal diferencial em relação ao PHP 4 o fato de contar com apontadores, o que na prática significa que quando um software é atualizado, todas suas versões também o são, o que não acontecia na versão anterior.
Hoje em dia, a sigla PHP indica a expressão Hipertext Processor e é muito utilizada para construção de aplicações web. Suporta um grande número de servidores e protocolos e roda em diversos sistemas operacionais.

PRINCIPAIS APLICAÇÕES DO PHP

Como já dito, o PHP tem sua principal utilização em aplicativos web. Isso porque, diferentes de linguagens de programação como o Javascript, que possui uma função similar, o PHP roda do lado do servidor, e não na máquina do cliente. Isso significa que além de ser enviado HTML puro para o cliente, o PHP ainda consegue interagir com as aplicações existentes no servidor, como o banco de dados, sem ser necessário expor o código-fonte para o cliente.
Com isso, ele é ideal para desenvolver programas que necessitam lidar com informações confidenciais, já que senhas e outras informações de caráter pessoal e intransferível não serão mostradas.
Dessa forma, com a utilização da linguagem PHP é possível realizar uma série de aplicações. Dentre elas, a título de exemplo, destacamos:
-Construção de plataformas e-commerce;
-Desenvolvimento de comunidades online;
-Desenvolvimento de aplicações para Facebook;
-Criação de galerias de imagens;
-Criação de plugins para WordPress;
-Desenvolvimento de interface gráfica do usuário (exige alto nível de conhecimento da linguagem).
Dessa forma, e mesmo levando em conta que o PHP ainda não atingiu o estado de arte de diversas outras linguagens de programação, trata-se de uma ferramenta de desenvolvimento fantástica e que apresenta diversas vantagens em seu uso.